quinta-feira, 15 de outubro de 2015
VOCÊ ESTÁ COM RAIVA DE DEUS?
Por David Wilkerson
(Are You Mad at God?)
16 de fevereiro de 1998
Creio que não há nada mais perigoso para um cristão do que carregar ressentimento contra
Deus. Contudo, estou chocado pelo crescente número de crentes que encontro, e que estão
irritados com o Senhor. Eles podem não admitir como tal mas no íntimo, estão mantendo um
tipo de amargura contra Ele. Por que? Eles acham que Ele não está interessado em suas
vidas ou em seus problemas! Estão convencidos que Ele não Se interessa porque
Ele não
respondeu à uma oração em particular ou porque não agiu a seu favor.
Recebi há pouco uma carta de um jovem que está preso em uma cadeia, em um dos
estados do sul do país. Este moço condenado pela justiça, foi no passado um cristão
consagrado mas
agora ele diz que está com raiva de Deus. Eis as suas palavras:
"Estou enfiado em um buraco no meio do inferno e
creio que Deus vai me deixar
aqui! Houve uma época quando quis seguir a Cristo de todo o meu coração. Mas
havia um pecado que me oprimia um
pecado sexual. Eu tentava me arrepender, mas
isso nunca deu certo. Eu lia minha Bíblia, estudava e orava mas
não adiantava. O
meu pecado sempre era quem comandava. E agora estou preso em uma cadeia por
muito tempo, devido a ele." "Desisti da luta espiritual. Parece que não adianta se
esforçar. Deus livroume
das drogas e do álcool quando eu era um recemconvertido.
Mas, por que Ele não levou a minha luxúria sexual?"
Todas as páginas da carta deste homem eram cheias de amarguras contra Deus. Ele havia
permitido que o seu ressentimento se transformasse em uma ira totalmente exposta! Vejo
uma ira igual, entre um número crescente de ministros em várias denominações. Eles
ficaram desiludidos, desgastados, zangados com Deus e
agora estão abandonando os
seus chamados. Quando se lhes pergunta por que, eles respondem:
"Eu fui diligente, fiel; eu dei o melhor de mim. Mas quanto mais eu me esforçava,
menos resultados eu via. A minha congregação não era reconhecida. E todas as
minhas orações pareciam ser em vão. Chegou uma hora em que tudo aquilo que eu
pregava soava falso, pois que não estavam funcionando na minha própria vida. Agora
estou deixando o ministério até que eu consiga resolver estas coisas."
Tenho aprendido ao longo dos anos, que muito poucos ministros deste tipo alguma vez
voltarão. Por quê? porque eles se agarram com muita força à sua irritação contra Deus!
Dizem: "Eu fiz tudo certo. Mas não aconteceu nada da maneira que eu esperava. Fui fiel a
Ele mas
Ele falhou para comigo!"
O Terrível Perigo E As Amargas Conseqüências De Se Guardar Amargura Contra
Deus, Chegaram Às Minhas Mãos Recentemente!
Não há muito tempo atrás, resolvi ler uma biografia de missionários intitulada "Aggie" e
não
consegui largála.
Esta surpreendente história apertou o meu coração, e acabei a sua leitura
em uma só sentada. Gostaria de resumir a sua história aqui para vocês porque
ela ilustra
de maneira viva, o poder destrutivo da raiva cheia de amargura no coração do crente.
Em 1921, dois jovens casais de Estocolmo, na Suécia, responderam ao chamado de Deus
para o campo missionário africano. Eram membros da Igreja Pentecostal Filadélfia, a qual
enviava missionários para o mundo todo. Durante um especial culto missionário, estes dois
casais receberam um chamamento para irem para o Congo Belga, que agora é o Zaire.

Prestigie-nos com seu comentário

Obrigado por ter comentádo, jajá seu comentário será postado.

 
 

Eles Curtem o J.E.